Tudoem Ilhabela
Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela
Close
Fechar
De norte ao sul da Ilha, veja ao vivo
Tudoem Ilhabela

Segunda semana do Festival Vermelhos

Fonte:Prefeitura de Ilhabela
Tudoem Ilhabela
Tudoem Ilhabela

SEGUNDA SEMANA DO FESTIVAL VERMELHOS LEVA A ILHABELA NETO DE ASTOR PIAZZOLLA, SINFÔNICA MUNICIPAL DE SP COM YAMANDU COSTA, SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA, MARCOS VALLE E OUTRAS ATRAÇÕES

Após abertura com grande sucesso de público, o Festival Vermelhos – Música e Artes Cênicas chega a sua segunda semana com espetáculos de grandes artistas brasileiros nos palcos da Baía de Vermelhos, a segunda semana de espetáculos está repleta de clássicos de grande sucesso com destaque a apresentação de obras da São Paulo Companhia de Dança, Escalundrum, Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Marcelo Bratke, Marcos Valle, entre outros.

Na sexta, 15, às 20h30, a São Paulo Companhia de Dança, uma das maiores companhias de dança da América Latina se apresentará no Teatro Vermelhos com grandes obras contemporâneas e clássicas que lotaram plateias em palcos paulistanos  e do mundo tais com Aparições (2020) – Coreografia: Ana Catarina Vieira, Grand Pas de Deux de O Cisne Negro (1895) – Coreografia: Marius Petipa e  Di (2022) – Coreografia: Miriam Druwe.

No sábado, 16 de julho, sábado, às 11h, na Sala do Porão, Neto de Astor Piazzola vêm ao Brasil tocar a obra do avô. O Festival receberá o sexteto Escalandrum liderado por Daniel “Pipi” Piazzolla para uma apresentação única. O sobrenome famoso não é o único destaque de Daniel Pipi Piazzolla. O neto de Astor Piazzolla [músico que revolucionou o tango argentino] seguiu a tradição musical da família, mas além dos diversos estilos de música argentina, escolheu o mundo do jazz para desenvolver o seu grupo que hoje figura como uma das bandas mais proeminentes da Argentina já com mais de 2 décadas de existência. Às 16, no Anfiteatro da Floresta, o compositor, cantor, instrumentista e arranjador brasileiro Marcos Valle, considerado como um dos integrantes da segunda geração da bossa nova, apresenta show com grandes sucessos de seu repertório. 

A programação não para por aí e, ainda no sábado, durante a noite, às 20h30, acontece um encontro de gerações de pianistas para celebrar a memória e o legado de Nelson Freire (1944-2021), que morreu no mês de novembrode 2021 aos 77 anos. No Tributo a Nelson Freire, Aleyson Scopel, Eduardo Monteiro, Erika Ribeiro, Ervino Rieger e Patrícia Glatzl subirão ao palco juntos para apresentar repertório com obras como Morte de Izolda (Wagner/Liszt), Barcarola op.60 (Chopin) e Rudepoema (Villa-Lobos), entre outros.

O domingo, 17 de julho, promete grandiosas apresentações clássicas: às 11h, na Sala do Porão, Cláudio Cruz, violinista, regente e diretor musical da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, solista e maestro convidado de importantes orquestras do Brasil, Europa, Ásia e Estados Unidos e Marcelo Bratke, que durante esta última década de realizações e performances extraordinárias como um dos pianistas mais proeminentes do Brasil, se apresentou em alguns dos locais mais renomados do mundo, como o Carnegie Hall, o Festival de Salzburgo, o Queen Elizabeth Hall, o Konzerthaus em Berlim e o Suntory Hall em Tóquio, entre outros.  O Anfiteatro da Floresta vai receber ainda a Cia. de Teatro O Castelo das Artes, de São Sebastião, em um evento gratuito, às 15h.  

Para fechar com chave de ouro a semana, a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, sob a batuta de seu regente Roberto Minczuk, co-diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, ele foi nomeado regente-associado da Filarmônica de Nova York, para quem trabalha desde 1998, apresenta o famoso Os Quadros de uma Exposição, de Mosorgsky, com orquestração de Ravel, no Teatro Vermelhos, às 16h, performances de Yamandú Costa adepto do violão de sete cordas modelo brasileiro, considerado um dos maiores violonistas do Brasil e do mundo acompanhado de uma exposição virtual de trabalhos do artista plástico Paulo Von Poser.

A programação continua até 30 de julho. Mais informações no site vermelhos.org.br

FESTIVAL VERMELHOS

Idealizado e presidido pelo advogado Samuel Mac Dowell de Figueiredo, o Festival Vermelhos chega a sua sexta edição, mantendo a concepção sem fronteiras entre a música clássica e popular. Toda a programação que engloba música clássica, popular e dança em Ilhabela [litoral norte de São Paulo], acontece em três palcos em meio à mata atlântica e com vista para o mar de Ilhabela, litoral de São de São Paulo: Teatro de Vermelhos, Anfiteatro da Floresta e Sala do Porão. Confira toda a programação em vermelhos.org.br.

SERVIÇO

Festival Vermelhos 2022 [MAR E MÚSICA]

até 30 de julho de 2022

Programação completa: www.vermelhos.org.br/

Local: Complexo Cultural Baía dos Vermelhos

Endereço: Av. Governador Mário Covas Júnior, n° 11.970 | Ilhabela/SP

Ingressos: R$ 96 (meia-entrada estudantes, professores da rede pública e pessoas com mais de 60 anos.)

Autor

Tudoem

Prefeitura de Ilhabela

Prefeitura de Ilhabela

ilhabela@tudoemilhabela.com.br

http://

Comentários

Voltar ao Topo