Tudoem Ilhabela
Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela Tudoem Ilhabela

Close
Fechar
De norte ao sul da Ilha, veja ao vivo
Tudoem Ilhabela

Prefeitura de Ilhabela faz investimentos

Fonte:Prefeitura de Ilhabela
Tudoem Ilhabela
Tudoem Ilhabela

Prefeitura de Ilhabela faz grandes investimentos em saneamento para solucionar problemas históricos

O investimento para a universalização do saneamento básico no arquipélago gira em torno de R$ 160 milhões

 

Após a conclusão das obras de abastecimento, Ilhabela terá seu armazenamento triplicado para 13,87 milhões de litros de água

 

A principal prioridade da gestão da prefeita de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira, a Gracinha, iniciada há seis meses, é o saneamento básico. Por isso, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, tem realizado todos os esforços necessários para concretizar os grandes investimentos – não realizados nas últimas décadas – e promover a universalização do saneamento básico. A Prefeitura está investindo R$ 160 milhões para solucionar problemas como a ampliação do abastecimento de água e tratamento de esgoto, além de ações voltadas à coleta e destinação de resíduos produzidos pelo arquipélago.

Entre os grandes investimentos em andamento estão: 25 quilômetros de rede coletora de esgoto no Sul, duas Estações de Tratamento de Esgoto, ampliação da reservação de água tratada, adequação das Estações Elevatórias, atualização do Plano Municipal de Saneamento Básico, entre outros.

Os 25 quilômetros de rede coletora estão sendo implantados entre os bairros Julião e Veloso, no Sul; além de redes complementares no Zabumba, no alto da Barra Velha. Antes do início dos 25 quilômetros (já com 8km executados), foram entregues outros oito quilômetros no trecho do Piúva ao Portinho, região Sul.

Para ampliar a reservação de água tratada e solucionar o problema do abastecimento no município, foi iniciada a obra de construção do reservatório do Sistema Pombo, no bairro Bexiga, que permitirá elevar a capacidade de 150 mil litros para 3,5 milhões de litros de água.

Já o Sistema Água Branca, composto por seis reservatórios com capacidade de 4,1 milhões de litros de água, que passará para 10,32 milhões de litros, com a construção de mais sete unidades. Após a conclusão dessas obras, Ilhabela terá um armazenamento de 13,87 milhões de litros de água.

Os grandes investimentos em tratamento de esgoto que estão em andamento são adequação e complementação de seis Estações Elevatórias de Esgoto; além da construção de outras duas Estações de Tratamento, a da Feiticeira e da Praia Grande. As Elevatórias estão em processos licitatórios, enquanto a Estação de Tratamento da Feiticeira está licenciada e a da Praia Grande passa por adequações do projeto.

A atualização do Plano Municipal de Saneamento Básico está concluída e será encaminhada, em breve, à apreciação da Câmara Municipal. O Plano foi desenvolvido pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie, com a participação da população em audiências públicas. Junto com o Plano Municipal será encaminhado à Câmara um projeto de lei do Executivo com o objetivo de tornar o saneamento em política pública do município.

“Os investimentos em reservatórios de água e saneamento são essenciais; nas últimas décadas não foram realizadas grandes ações nessas áreas”, explicou a secretária de Meio Ambiente, Maria Salete Magalhães.

Há ainda outras importantes ações em andamento nessa área, muitas nas Comunidades Tradicionais, como Bonete e Castelhanos, além do andamento do processo de otimização da rede de esgoto.

Aterro

Para solucionar o antigo problema de esvaziamento do Aterro Municipal, uma cobrança feita pelo Ministério Público (MP) desde 2004, ano que a Prefeitura assinou, mas não conseguiu atender, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o MP e Cetesb para cessar as atividades de recebimento de resíduos e rejeitos no local, a Prefeitura criou o “Programa Carona Legal”.

Essa iniciativa se transformou em solução para o esvaziamento do Aterro e mais uma opção para a geração de emprego, renda e valorização da mão de obra local. O projeto permite a utilização de caminhoneiros e caçambeiros do arquipélago, que sairiam com seus veículos vazios da cidade, para a retirada de resíduos de podas e de RCC.

Com três meses de funcionamento, o “Programa Carona Legal” já realizou o transporte de, aproximadamente, 42 mil toneladas de resíduos.

Além da geração de empego, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, também conseguiu grande economia. A Administração paga R$ 65 por tonelada retirada pelos caminhoneiros e caçambeiros, enquanto pagaria, em média, mais de R$ 300 se destinasse o resíduo para aterros, em outras cidades, considerando o transporte e a destinação.

 

Mais ações

A Secretaria de Meio Ambiente também segue empenhada na conscientização ambiental, como por exemplo, com a realização de eventos sobre a temática; destacam-se: Semana Lixo Zero Ilhabela e Festival Sustenta.

A Secretaria de Meio Ambiente informa ainda que após o esvaziamento do Aterro Municipal irá trabalhar, junto à Cetesb, para que o espaço seja licenciado como área de transbordo.

 

Confira o andamento das principais ações:

Reservatório Pombo / Bexiga – Obra Em andamento

Reservatório Green Park / Toca – Processo passa por adequações técnicas

Adequação das Estações Elevatórias / Costa Bela, Reino e Santa Terezinha – Licitação em andamento

Rede coletora região Sul (Sul fase II) – Obra em andamento

Plano Municipal de Saneamento Básico – Projeto finalizado. Deverá ser enviado, em breve, para apreciação da Câmara Municipal / As respostas aos questionamentos da Audiência Público do dia 14/10/19 já estão disponíveis no site oficial da Prefeitura / http://bit.ly/2qCRP3U

Autor

Tudoem

Prefeitura de Ilhabela

Prefeitura de Ilhabela Carinho por nossa gente, orgulho da nossa terra.

ilhabela@tudoemilhabela.com.br

http://

Comentários

Voltar ao Topo